NIC.br e Unicef firmam acordo para medir conectividade das escolas

Dados do Simet são compartilhados com o projeto Giga, que visa a mapear e ampliar o número de escolas conectadas ao redor do mundo A pandemia da covid-19 que afetou a Educação em todo o mundo escancarou a desigualdade de acesso para os estudantes que passaram (e ainda passam) pelo ensino remoto durante o isolamento social. Uma das preocupações, agora, é possibilitar a conectividade no setor. Para fornecer dados sobre o problema, o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), ligado ao Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), assinou um acordo de cooperação internacional com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) com o objetivo de contribuir para a medição da conectividade das escolas em âmbito global. Pesquisa da Abed revela panorama das atividades remotas de 2020 Educadores apontam mudanças na Educação, impulsionadas pela pandemia A parceria prevê o compartilhamento de dados do Sistema de Medição de Tráfego Internet (Simet) sobre a conectividade das escolas públicas brasileiras com o Giga. A iniciativa é do Unicef e International Telecommunications Union (ITU), que visa conectar todas as escolas à internet e todos os jovens a informações, oportunidades e escolhas. Ao mapear escolas e identificar as lacunas de conectividade, a iniciativa tem a missão de conectar o maior número possível de escolas ao redor do mundo. "É uma grande satisfação para o NIC.br poder apoiar uma causa global fornecendo insumos que permitam que o Unicef identifique as escolas conectadas e também aquelas sem acesso à rede. É uma iniciativa que busca contribuir na transformação da educação por meio da conectividade, e que está alinhada aos compromissos do NIC.br, que trabalha por uma internet cada vez melhor no país", avaliou Demi Getschko, diretor-presidente do NIC.br. Os dados são fornecidos em tempo real para o Unicef, buscando contribuir com os objetivos do Giga. Além disso, o NIC.br também trabalhará em conjunto com o Unicef em estudos e projetos de troca científica. Como, no desenvolvimento de ferramentas de modelos de Inteligência Artificial -- o que poderá contribuir para a realização de medições em outros países usando ferramentas já desenvolvidas pelo NIC.br. O Simet, do NIC.br, é um sistema gratuito de medição do desempenho da internet. Por ser totalmente independente, uma vez que os testes são realizados fora da rede dos provedores de acesso nos Pontos de Troca de Tráfego Internet do NIC.br, tornou-se , referência por medir diversos parâmetros de conexão. Há dois anos, o projeto Educação Conectada, do Governo Federal, utiliza o Simet para medição da internet junto às escolas públicas brasileiras. Já são mais de 24 mil escolas mapeadas em todo o Brasil, em todas as regiões e estados do país, tanto municipais quanto estaduais. "A internet é um espaço livre, de conhecimento, aprendizagem e cidadania. Para professores e alunos, fazer uso da rede traz impactos diretos para educação, e ela torna-se fundamental para o ensinar e o aprender. Com o mapeamento de conectividade das escolas brasileiras que utilizam o medidor Simet, podemos ajudar o nobre esforço do Unicef em conectar as escolas do mundo. É um orgulho fazer parte dessa iniciativa", disse Milton Kaoru Kashiwakura, diretor de Projetos Especiais e de Desenvolvimento do NIC.br. #educação #tecnologia #inovação #educador21 #conectividade #Nicbr #Unicef