Grupo Prosegur testa projeto piloto 'sem Covid' na Espanha

Tecnologia de localização de alta precisão ajuda alunos a determinar seu "espaço seguro", além de traçar de maneira anônima os dispositivos que cada usuário teve contato próximo O Grupo Prosegur está testando na Espanha uma ferramenta para impedir o contágio da Covid-19 com estudantes na volta às aulas. A tecnologia permite detectar e posicionar alunos, em tempo real, por meio de um sistema de localização de alta precisão que utiliza localizadores e etiquetas em forma de cartões ou pequenos dispositivos instalados na roupa ou material de cada aluno. Como é um bom design de sala de aula na era do distanciamento social? Levantamento identifica características de retomada escolar em 20 países A ferramenta foi desenvolvida pela startup espanhola Nothingbutne, que participou do Desafio Sem Covid nas Salas de Aula, lançado globalmente pelo Grupo Prosegur. Participaram do projeto 85 startups de 20 nacionalidades. Inicialmente, a ferramenta é testada com estudantes da educação infantil do Colégio Liceo Hispano de Paterna, localizado em Valência, na Espanha. "A tecnologia é um dos grandes aliados para se recuperar a interação social em espaços com grande fluxo como os colégios e universidade. A reabertura dos colégios requer uma solução integral, que garanta a segurança de todos na volta às aulas presenciais" afirmou José Daniel García Espinel, diretor de Inovação da Prosegur. No Brasil, braço de segurança e tecnologia do Grupo Prosegur, a Segurpro, é a empresa que pode aplicar a ferramenta em instituições de ensino localizadas em qualquer estado do território nacional. A tecnologia permite controlar o distanciamento entre os alunos, além de mantê-los em seus grupos. Quando a distância dos usuários se torna menor de 1,5 metros, os dispositivos vibram para avisá-los, ajudando a controlar o "espaço seguro" de cada um, tanto nas salas de aula quanto no intervalo. Além disso, quando um aluno está infectado com Covid-19 é possível traçar, de maneira anônima, com quais outros dispositivos esse usuário teve contato próximo, permitindo que o colégio informe aos pais que houve o contato com uma pessoa infectada. Os dados de posicionamento são analisados posteriormente para a extração de mapas de calor e ocupação das salas de aula e dos pátios. Esses dados permitem planejar o uso dos espaços e da limpeza de maneira mais eficiente. Se os resultados dessa fase de teste forem positivos, a tecnologia poderá ser implementada em qualquer escola. O Desafio Sem Covid nas Salas de Aula é uma iniciativa conjunta entre a Fundação Prosegur e a área de inovação da companhia pelo programa de inovação aberta COME IN, que busca desenvolver soluções que ajudem a restabelecer a educação presencial, criando espaços seguros e livres do Covid-19. #educação #tecnologia #inovação #educador21 #voltaàsaulas #covid19 #grupoprosegur