Grupo Eleva Educação adota app que monitora Covid-19

Com a tecnologia, é possível atuar com mais objetividade na prevenção da contaminação ao identificar aproximações entre funcionários, alunos e professores Segurança em primeiro lugar. O retorno às aulas presenciais do Grupo Eleva Educação traz uma novidade para funcionários, alunos e professores: um aplicativo rastreia aproximações entre as pessoas que circulam nas escolas. O objetivo é prevenir o contágio pela Covid-19 e garantir a saúde de toda a comunidade escolar. O app MPI (Mapeamento Preventivo de Interações) foi criado pela startup brasileira Nearbee. A tecnologia usada permite ter conhecimento sobre com quem alunos, funcionários e professores diagnosticados com a doença interagiram nas instituições. Como é um bom design de sala de aula na era do distanciamento social NIC.br e Unicef firmam acordo para medir conectividade das escolas Pesquisa da Abed revela panorama das atividades remotas de 2020 A fase piloto, já em andamento, contempla as escolas do grupo localizadas no Estado do Mato Grosso e na cidade de Natal, capital do Rio Grande do Norte. Nos próximos meses, a solução será levada a todas as escolas que integram o Eleva Educação. “A volta às aulas presenciais sem a descoberta de uma vacina e com números que ainda crescem em alguns estados é um processo extremamente complexo. Entre as nossas preocupações estão a disponibilização de assistência socioemocional a alunos e professores, ações de reforço do conteúdo não assimilado, novo planejamento do ano letivo e adoção de protocolos de saúde. E a segurança, claro, é um dos principais pontos levados em conta por nossa equipe. Assim, o aplicativo MPI surge como importante aliado neste momento”, explicou Carolina Belchior gerente de gente e gestão do Eleva Educação. O aplicativo MPI que será usado pelo Eleva Educação, se baseia em ações realizadas na Coreia do Sul e Singapura para combater a pandemia. A partir da tecnologia bluetooth, identifica os contatos entre pessoas que estejam com o app ativado e funciona até mesmo sem internet. É importante registrar que a ferramenta não utiliza dados pessoais ou de localização dos usuários. A tecnologia da startup Nearbee classifica interações interpessoais em quatro níveis. O nível 1 se refere a um contato de menos de 30 segundos com distância de seis metros e o nível 4 a um contato com distância de dois metros durante 15 minutos. Se uma pessoa for diagnosticada com a Covid-19, os que mantiveram contatos com ela em nível 4 serão orientados a fazer o teste, permanecer em casa e monitorando os sintomas. #educação #tecnologia #inovação #educador21 #grupoeleva #elevaeducação #nearbee #voltaàsaulas #covid19