GEduc: maioridade com cinco dias de imersão em inovação

A 18ª edição do Congresso Brasileiro de Gestão Educacional será online, com discussões em torno da disrupção da educação no contexto atual e para o futuro Considerado o maior evento de gestão educacional do país, o GEduc -- Congresso Brasileiro de Gestão Educacional -- chega à maioridade em plena pandemia. A 18ª edição do encontro foi adaptado para acontecer de forma remota, por meio de salas de conferência e palestras online. Durante cinco dias, entre 27 e 31 de julho, as atenções dos participantes estarão voltadas às discussões sobre ideias disruptivas que podem auxiliar na melhora do aprendizado dentro e fora da sala de aula. Especialmente diante dos desafios em meio a uma pandemia e o isolamento social. Plataforma ajuda professores a aderir à revolução digital Quem se prepara para o futuro digital não depende da sorte “Vamos debater exatamente as dores dessa disrupção, ajudando os gestores educacionais nesse processo, abraçando as novas lições e desafios que ainda estão por vir ante a nova realidade”, disse Sonia Colombo, diretora da HUMUS, consultoria que há mais de 25 anos desenvolve capacitações e serviços para o aperfeiçoamento de gestores educacionais, incluindo o GEduc. Ainda de acordo com a diretora, é preciso mudar a cultura das escolas e abrir o escopo para novas metodologias que atendam às necessidades do mundo atual. O GEduc, nesse caso, é uma boa forma de iniciar essa transição. “O Congresso pode agregar para os gestores a possibilidade de um novo olhar, a oportunidade de ter insights e o contato com novidades, implementando essa cultura da inovação e se inteirando sobre o que está acontecendo no mundo para levar tudo isso para dentro da realidade e da prática da escola ou da universidade”, explicou. O GEduc 2020 traz nomes como o futurista Tiago Mattos, João Paulo Pacífico, CEO e fundador do Grupo Gaia, e Eduardo Mufarej, fundador do RenovaBR e da Alicerce Educação. Também participam a especialista em Estudos de Futuros no Brasil, Jaqueline Weigel, e o diretor presidente do Grupo SEB, Chaim Zaher. Serão mais de 60 palestrantes e cerca de 30 horas de discussões em tono das tendências e do futuro da Educação. A programação ainda abrigará os fóruns sobre Educação a Distância, Inovação Acadêmica, Governança Corporativa, Gestão de Pessoas e o de Edtech, que o Educador21 acompanhará de perto para trazer mais novidades do setor para nossos leitores. Durante o evento também serão anunciados os vencedores do Prêmio Nacional de Gestão Educacional (PNGE). Criado com o objetivo de fomentar práticas pedagógicas inspiradoras, o prêmio visa a reconhecer os projetos implantados por instituições de ensino básico e superior. #educação #tecnologia #inovação #educador21 #geduc2020 #eventosonline