Fundação Lemann debate o futuro da avaliação no dia 26

Evento reúne especialistas da OCDE e da Abave, além de líderes públicos. O Webinário Internacional Fronteiras da Avaliação fomenta a discussão sobre as inovações trazidas pela BNCC e pela pandemia da Covid-19 A Fundação Lemann, em parceria com a OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) e a Abave (Associação Brasileira de Avaliação Educacional), realiza o Webinário Internacional Fronteiras de Avaliação. O objetivo é abrir espaço para discussões sobe o futuro da avaliação na educação brasileira. O evento será transmitido nesta segunda-feira, 26 de outubro,, a partir das 9h, neste link. A inscrição é gratuita, e deve ser efetuada no mesmo endereço virtual. Na abertura, a diretora de Educação da Fundação Lemann, Camila Pereira, falará sobre a importância de construir uma visão de futuro para as avaliações educacionais. Sobretudo as padronizadas em larga escala, como Saeb e Ideb, e das parcerias entre instituições. ARTIGO: Como a pandemia está ressignificando a avaliação nas escolas O diretor de Educação da OCDE, Andreas Schleicher, fará uma apresentação sobre a contribuição das avaliações para uma educação voltada aos desafios do século 21 e o que a organização tem aprendido com os exemplos pelo mundo. O webinário também contará com a presença do professor emérito da UFMG e ex-presidente do Inep, Francisco Soares, no painel sobre a BNCC e os desafios de avaliar competências e habilidades, saindo da lógica de "ensinar para a prova". Também participam do evento: Alexandre Lopes, presidente do Inep Maria Helena Guimarães, presidente da Abave Mario Picentini e Joanne Caddy, especialistas da OCDE Maria Cecilia da Motta, presidente do Consed (Conselho Nacional de Secretários de Educação) Luiz Miguel Martins Garcia, presidente da Undime (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação) Ximena Duenas Herrera, especialista em educação do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) Fred Amâncio, vice-presidente do Consed Katia Smole, diretora do Instituto Reúna Em 2020, estava prevista a chegada da primeira Base Nacional Comum Curricular Brasileira nas escolas (BNCC). A base prevê as aprendizagens essenciais para todos os alunos ano a ano e consolida o fundamento pedagógico do desenvolvimento de competências. As aprendizagens devem ficar cada vez mais complexas à medida que os estudantes avançam nos diferentes estágios de seu desenvolvimento. Isso inclui resolver problemas com pensamento crítico, argumentar e expor ideias, ser criativo e curioso, usar diferentes tecnologias, ter autoconhecimento, empatia, autonomia, responsabilidade social, identificar e construir um projeto de vida. Abre-se a oportunidade de deixar para trás uma forma tradicional de pensar a aprendizagem como mera aquisição de conteúdos pelos estudantes. No Webinário, o painel "Altas expectativas na BNCC: avaliando competências e habilidades complexas" aborda a experiência do Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes) e os desafios de construir uma avaliação capaz de capturar essa educação cada vez mais alinhada às necessidades do século 21. Evolucional inova na preparação de alunos para 'Enem Seriado' Finlândia, Chile, EUA e os 'legados' da pandemia para a Educação SAE Digital realiza primeiro teste online durante a pandemia Também neste ano, em maio, o Ministério da Educação (MEC) apresentou algumas propostas de mudança no Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica), cujo cronograma de implementação ainda não foi divulgado. Todos os alunos, a partir do 2º ano do Ensino Fundamental, serão avaliados, de escolas públicas e privadas. Até 2019, só participavam censitariamente da avaliação os estudantes nos anos de encerramento dos ciclos: 2º, 5º e 9º anos do Ensino Fundamental e 3ª ano do Ensino Médio, de escolas públicas. A prova, que passará de bianual para anual, também ganhará versão digital com possibilidade de compor o chamado "Enem seriado", funcionando como uma das portas de entrada para o ensino superior. O Presidente do Inep, Alexandre Lopes, falará sobre essa reforma e responderá a perguntas sobre as mudanças. No painel "Avaliação como parceira de alunos, professores e gestores na retomada das aulas", serão discutidos o uso de dados, avaliações e tecnologia como apoio a gestores, professores e alunos, e a importância das avaliações formativas. Haverá um momento dedicado especialmente ao futuro do Saeb, com interação e perguntas dos participantes, no fim do evento remoto. Programação 9h05 - Boas-vindas 9h15 - Abertura A importância de construir uma visão de futuro para as avaliações e de parcerias como a da OCDE, Fundação Lemann e Abave - com Camila Pereira, diretora de Educação da Fundação Lemann 9h25 - Boas-vindas Maria Cecília Motta (presidente do Consed e secretária de Educação do Mato Grosso do Sul) e Luis Miguel Garcia (presidente da Undime e secretário de Educação de Sud Mennucci) 9h35 - A contribuição das avaliações para uma educação voltada aos desafios do século 21 - com Andreas Schleicher, diretor de Educação da OCDE 9h50 às 10h30 - Painel Altas expectativas na BNCC: avaliando competências e habilidades complexas - com Mario Piacentini, que analisará a experiência do Pisa na avaliação de habilidades essenciais para o século 21; Francisco Soares, que refletirá como a BNCC nos desafia a ter altas expectativas na educação; e Ximena Duenas Herrera, que enfatizará o papel dos currículos e das avaliações no enfrentamento da pandemia da Covid-19 no mundo 10h30 - Interação e perguntas dos espectadores 10h50 às 11h50 - Painel 2 Avaliação como parceira de alunos, professores e gestores na retomada das aulas - com Joanne Caddy, que falará sobre o empoderamento de professores e escolas por meio de dados e aprendizagem entre pares, com insights do Pisa para escolas no Brasil; Fred Amâncio, sobre a importância do bom uso dos resultados das avaliações para a melhoria do ensino e da aprendizagem nas redes de ensino; Maria Helena Guimarães, que abordará as avaliações diagnósticas e formativas no contexto da pandemia e no retorno às escolas; e Katia Smole, que avaliará o papel das avaliações em um sistema coerente de educação, alinhado à BNCC. 11h35 - Interação e perguntas dos espectadores 11h55 às 12h15 - O Novo Saeb - com Alexandre Lopes, presidente do Inep 12h15 - Interação e perguntas dos espectadores 12h30 - Encerramento #educação #tecnologia #inovação #educador21 #avaliação #fundaçãolemann #webinário