Evento da D2L reúne tendências e inovações em aprendizagem

Fusion Brasil 2020 será realizado entre os dias 7 e 9 de dezembro, online e gratuito. As inscrições ainda estão abertas A D2L, empresa canadense que desenvolve soluções tecnológicas para escolas -- do ensino básico ao superior -- e empresas, realiza no início de dezembro seu evento D2L Fusion Brasil 2020. Entre os dias 7 e 9 de dezembro, sempre das 12h às 13h45, o encontro, online e gratuito, pretende oferecer a oportunidade de descobrir melhores práticas de aprendizagem, além de compartilhar objetivos e obter respostas para os desafios mais difíceis do ensino atualmente. Professores consideram imprescindível conectar escolas para 2021 Enem 2020: preparação requer soluções inovadoras e tecnologia “Enfrentamos um momento de grande incerteza, mas continuamos acreditando no poder de verdadeiros heróis, os profissionais da educação. Juntos, podem superar adversidades e transformar a maneira como o mundo aprende. Este é o principal tema do Fusion 2020”, disse Peterson Theodorovicz, diretor da D2L Brasil, que faz um convite no vídeo abaixo. A conferência combina conteúdos sobre inovação e tecnologia da educação, as últimas tendências da aprendizagem online, cases de sucesso e melhores práticas do setor, totalmente gratuito e em português. As inscrições podem ser efetuadas neste link. O Educador21 é parceiro de conteúdo da D2L e acompanhará todo o Fusion 2020, trazendo ainda mais informação para seus leitores. Confira a agenda do evento: 7 de dezembro 12h – Boas-vindas o CEO da D2L, John Baker 13h – História de sucesso: Colégio Positivo 8 de dezembro 12h – O Futuro da Escola: Painel de Educação Básica 13h – Desenvolvimento Profissional em tempos de pandemia e o novo normal 9 de dezembro 12h – A Universidade do Futuro 13h – Encerramento: Painel de Novidades da D2L A Brightspace, sistema de gerenciamento de aprendizagem (LMS) da D2L, foi escolhida pelo Instituto Ayrton Senna (IAS), instituição não governamental sem fins lucrativos, para dar suporte à sua transformação digital. O processo se deu em agosto, em plena pandemia. Foram avaliadas 16 diferentes plataformas, e a Brightspace foi escolhida por ser a única a atender aos 102 requisitos definidos pela área de negócios e time técnico, e por sua arquitetura com alta performance funcional e técnica. “A implementação da plataforma contribuiu com a transformação digital do Instituto, servindo como canal de contato com educadores. Hoje, o Espaço Educador está posicionando o Instituto como grande referência nacional nos temas abordados, em correspondência com sua missão e oferecendo acesso gratuito a conteúdos diferenciados para responder às principais demandas dos educadores no contexto atual”, disse Ana Paula Marinho, gerente de Projetos do IAS e responsável pela implantação da LMS. 2º Ciaed Virtual já está disponível no Canal da Abed no YouTube Pensada para o mundo digital, a Brightspace está baseada em nuvem e pode ser acessada em dispositivos móveis. A plataforma oferece conteúdo multimídia para aumentar o envolvimento, a produtividade e a retenção de conhecimentos. Dessa forma, facilita a criação de cursos, a elaboração de conteúdo e a correção de tarefas. Ao mesmo tempo, os relatórios analíticos monitoram o nível de desempenho de cada departamento, curso ou indivíduo para oferecer insights valiosos. O Instituto Ayrton Senna -- que já formou mais de 300 mil professores e atingiu mais de 26 milhões de estudantes nos últimos 25 anos -- iniciou em 2018 seu projeto de transformação digital. O desafio encontrado pelo Instituto era selecionar uma plataforma de ensino altamente segura, que permitisse um canal de formação a distância para educadores da rede pública e privada de todo o Brasil. #educação #tecnologia #inovação #ducador21 #D2L #plataformaeducacional