33 edtechs brasileiras no TOP 100 da América Latina

Empresa americana elaborou ranking das 100 edtechs mais inovadoras da América Latina após avaliar mais de 3 mil empresas e catalogar 1.700 startups de educação em todo o continente O momento é positivo para as startups especializadas em desenvolver soluções para a Educação na América Latina. E reflete o que acontece no cenário mundial. Um estudo inédito do mercado divulgado nos Estados Unidos recentemente listou as 100 edtechs mais inovadoras da América Latina: o LATAM Edtech 100. O levantamento feito pelo HolonIQ -- plataforma americana de inteligência global para educação. A HolonIQ considerou 3.700 organizações diretamente envolvidas com atividades educacionais no continente. Desse total, catalogaram 1.700 edtechs, com destaque para 800 iniciativas inovadoras em escolas intermediárias e 900 em instituições de ensino superior. Das 100 edtechs mais inovadoras, 33 são brasileiras. Para se ter uma ideia da importância desses números, é preciso considerar que existem 18 edtechs unicórnios em todo o mundo -- o termo é usado para identificar as empresas de tecnologia avaliadas em mais de US$ 1 bilhão. Juntas, essas edtechs unicórnio conseguiram arrecadas mais de US$ 8 bilhões em investimentos na última década. A mais valiosa delas é a chinesa Yuanfundao. A edtech de tutoria online recebeu um aporte de US$ 1 bilhão em investimentos na rodada G. O que catapultou a startup educacional a um valor de mercado estimado em US$ 7,8 bilhões. A HolonIQ é uma das poucas empresas no mundo que acompanham exclusivamente o mercado de edtech. Responsável pelo "Mapa Global de OPM" e por analisar e distribuir dados e outras informações focados em inteligência global do mercado de educação, a empresa conta com escritórios na Austrália e China. O crescimento de edtechs mostra que é possível proporcionar um ensino de qualidade que acompanhe as demandas do século 21. O que significa disponibilizar novos recursos que contribuam para uma aprendizagem efetiva pelos estudantes. "Queremos construir a fonte mais inteligente e confiável de educação global para auxiliar as tomadas de decisão que importam", disse Patrick Brothers, cofundador e co-CEO da HolonIQ. A seleção das 100 edtechs foi realizada por meio de uma rubrica de avaliação de inicialização que incorpora dados e avalia as áreas de Mercado, Produto, Equipe, Capital e Momento de cada negócio. A plataforma escalou especialistas globais com experiência nas oito categorias da lista. O desempenho do Brasil chamou atenção: o país tem o maior número de startups da lista. O segundo colocado, México, teve 20 edtechs incluídas no ranking. Tutorias Online e Preparação Para Testes TutorMundi Passei Direto Profes Descomplica Habilidades para o Trabalho DigitalHouse eduK KUAU Portal Educação Sanar Trybe Veduca Tecnologia, STEAM e Programação Chatclass Mundo4D Sistemas de Gestão Agenda Edu Diário Escola ClipEscola Escola em Movimento Melhor Escola Quero Educação Aprendizagem de Idiomas BeeTools EduSynch Financiamento da Educação Provi Ambientes de Aprendizagem eduqo Geekie Younder Recursos e Experiências Educacionais Árvore Educação MindLab Estante Mágica Jovens Gênios Kanttum MeSalva! Playkids Voa Educação #educação #tecnologia #inovação #educador21 #edtechs #startups #LATAMedtech100