• Educador21

VOA educação lança nova funcionalidade no app: autoavaliação

Autoavaliação melhora a percepção do coordenador escolar sobre o desempenho das competências socioemocionais, além de exercitar a habilidade do aluno em olhar para dentro de si mesmo


A pandemia da Covid-19 vem acelerando mudanças na sociedade, e não foi diferente com a Educação. Desde o início da crise sanitária que levou escolas de todo o mundo para o ambiente virtual, a edtech VOA educação trabalha para adequar seu produto de acompanhamento e avaliação socioemocional às novas necessidades.


Logo no início do período de isolamento social, a equipe multidisciplinar da startup carioca lançou a extensão VOA conecta. O recurso -- que ficou disponível na loja do Google Chrome -- ajuda professores na interação das aulas remotas e promete aumentar o engajamento no ambiente virtual. E agora o app VOA educação acaba de ganhar nova funcionalidade: autoavaliação.

"O nosso painel está para esse educador como o radar está para o piloto de avião. E, como as decisões baseadas em dados são cada vez mais imprescindíveis em qualquer área, entregamos uma ferramenta que exibe lado a lado a visão do aluno e a dos professores, no contexto da turma em que estão inseridos, possibilitando um feedback mais bem embasado", explicou Marcelo Alt, head de Design da startup educacional.


No produto inicial da VOA, apenas os professores eram convidados a avaliar e registrar suas visões sobre as habilidades dos alunos. Mas no momento em que as aulas passaram a ser ministradas a distância, se tornou latente a necessidade de aumentar a quantidade de visões que compõem a avaliação do aluno.


A funcionalidade já está liberada, e aparece automaticamente no painel do VOA para todos os clientes da startup. Gestores e educadores já participaram de capacitações de uma hora orientando o uso, combinando os cronogramas e definindo em conjunto os melhores modelos de aplicação.

A autoavaliação VOA nasceu depois de um processo de design sprint que reuniu não apenas a equipe multidisciplinar da startup, mas um grupo multifocal de alunos e educadores. A nova funcionalidade do aplicativo da VOA educação responde a uma consideração propositiva da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) de que as avaliações socioemocionais dos alunos incluam medidas de autorrelato.


Contempla, também, os requisitos de desenvolvimento socioemocional exigidos pela BNCC encontrados nas suas dez competências gerais. "A reflexão do aluno sobre as competências socioemocionais em si já permite um ganho no desenvolvimento, mas o processo se completa quando há o feedback do educador trazendo seu olhar profissional", explicou Marcelo Alt.


Na fase inicial, mais de mil alunos das instituições que já utilizam o app VOA educação participaram de testes de autoavaliação, trazendo respostas quase que instantâneas e muito positivas. Educadores e alunos do Liessin, do Colégio Embraer, da Escola Modelo do SESC e muitos outros já estão se beneficiando dessa nova e mais completa forma de avaliar.



Com a funcionalidade, o aluno responde a questionários relativos às mesmas competências presentes no método VOA, para que o painel passe a contar também com a sua visão sobre si mesmo. Quem quiser se aprofundar no assunto, vale a pena conferir a Roda de Conversa 04, que a VOA educação promoveu em outubro para discutir o tema com alguns especialistas.


O questionário enviado aos alunos -- que pode ser automatizado por e-mail ou por uma chave enviada pelo aplicativo de mensagem que a escola já adota usualmente para comunicação -- conta com afirmativas sobre as quais ele deve, intuitivamente, selecionar a opção de resposta que melhor demonstra o seu "grau de concordância" (exibido em uma escala de resposta tipo Likert de 5 pontos), concordando totalmente, discordando totalmente, ou alguma opção intermediária.


"Mesmo que a internet permita um contato diário com os alunos, as sutilezas do dia a dia não são capturadas através das telas. Então, entender como o aluno está passando por esse momento foi um dos maiores motivadores para o lançarmos a autoavaliação. Além disso, as competências do método VOA (também conhecidas como competências para a vida) são ainda mais importantes em momentos tão difíceis como o que estamos passando", ponderou Marcelo Alt.


#educação #tecnologia #inovação #educador21 #avaliaçãoeducacional #startups #edtech #VOAeducação