• Educador21

StudyFree e Beetools se unem para levar brasileiros ao exterior

A parceria ajudará a derrubar barreiras para milhares de brasileiros que já estudam inglês e sonham com a chance de ter uma experiência fora para construir uma carreira internacional


A StudyFree e a Beetools firmam parceria para oferecer vantagens e descontos exclusivos para estudantes brasileiros que desejam estudar fora do país. Segundo as edtechs, esse esforço conjunto molda um ecossistema de parceiros que ajuda os estudantes em suas jornadas acadêmicas e profissionais.


"Por isso, é uma honra para nós estabelecer uma parceria entre duas empresas inovadoras no Brasil e ajudar estudantes promissores e jovens profissionais a aumentarem seus conhecimentos e se desenvolverem como talentos que certamente vão impactar o mercado brasileiro", disse Dasha Kroshkina, CEO e fundadora da StudyFree.


Com a parceria, alunos da Beetools passam a ter acesso a conteúdos relevantes -- como dicas para aumentar as chances de serem admitidos em programas de estudos internacionais. Também terão, por meio dos serviços da StudyFree, acesso a um banco de dados com mais de 90 mil programas de admissão, desde bacharelado até Ph.D., com bolsas de estudo no mundo inteiro.

A StudyFree venceu a Seedstars World Competition 2020 e Dasha Kroshkina se tornou a primeira mulher vencedora da competição, globalmente. A empresa, por meio de sua plataforma, democratiza o acesso a programas de admissão em universidades internacionais, bolsas de estudos e recursos para estudantes do mundo inteiro.

A edtech sediada nos EUA foi criada em 2018. Desde então, auxilia estudantes a estudar no exterior com benefícios e bolsas de estudo por meio de sua plataforma online. Atualmente, a StudyFree conta com mais de 34 mil usuários ativos em sua base, e está presente em mercados em desenvolvimento como Rússia, Ucrânia, África, Brasil e Ásia. A empresa também completou com êxito os programas de aceleração da Berkeley SkyDeck e TechStars de Nova York.


Já a edtech brasileira Beetools, fundada em maio de 2017, tem o propósito de revolucionar o ensino de idiomas no Brasil e no mundo. Em 2019, a empresa foi impulsionada no Vale do Silício pela Singularity University e em Boston pela Learn Launch. A edtech é uma das “100 Startups to Watch 2020” nas categorias Pequenas Empresas & Grandes Negócios e “Business Times”.



A Beetools ganhou prêmios internacionais e reconhecimento pela sua metodologia de aprendizado -- que integra tecnologias como gamificação, inteligência artificial e realidade virtual, além de sessões individuais com professores reais -- para ajudar no processo de aprendizado da língua inglesa dentro de um método moderno e garantido. Também participou do AWS (Amazon Web Services) EdStart, um programa internacional de aceleração de edtechs.


#educação #tecnologia #inovação #educador21 #edtechs #intercâmbio