• Educador21

Bett Educar conecta educadores com eventos online

A maior feira e congresso de educação, tecnologia e inovação da América Latina realizou dois eventos virtuais desde o início da pandemia. Enquanto prepara o terceiro, já anuncia a data do encontro presencial, em 2021


A Bett Educar divulgou a data para seu próximo evento presencial, em 2021. Será realizado nos dias 11 e 14 de maio, no Transamerica Expo, em São Paulo. Os #BettLovers que estão com saudade do networking e das novidades tecnológicas do maior evento de educação e tecnologia da América Latina já podem anotar na agenda e aguardar outras informações em breve.


Mas enquanto o mundo ainda luta contra as dificuldades impostas pela pandemia do novo coronavírus, a Bett Educar marca posição, como não poderia deixar de ser, e continua a cumprir sua missão de conectar o setor através dos seus eventos virtuais.

“O Encontro Bett Online busca trazer informações, políticas, regulações e práticas educacionais de acordo com cada momento que vivemos. Nosso objetivo é estarmos conectados às questões emergentes e trazer reflexões e debates que ajudem na solução do problemas, que em cada momento são diferentes”, disse Maria Alice Carraturi, diretora de conteúdo da Bett Educar no Brasil.


Já foram realizados dois eventos online neste período de afastamento social. O primeiro entre 14 e 16 de maio, e o segundo nos dias 23 e 24 de junho. A Bett está se programando para reunir todas a comunidade acadêmica e desenvolvedores de edtechs em torno de novos temas pertinentes ao momento atual nos próximos meses.

No segundo Encontro Online, realizado em junho, a Bett Educar reuniu mais de 15 mil participantes únicos, com quase 30 mil interações durante as mais de 25 mil horas assistidas. A apresentações giraram em torno dos dados sobre o atual cenário e o futuro da educação pós-pandemia. O Educador21, parceiro de conteúdo da Bett Educar no evento, fez uma cobertura completa dos dois dias de conversas.

Estratégias das redes públicas e particulares de ensino para a volta às aulas, depoimentos sobre protocolos internacionais e o acolhimento a alunos, professores e familiares na retomada presencial foram os assuntos abordados nos dois dias do evento. Todo o conteúdo permanece disponível no canal do YouTube da Bett Educar.


Na palestra de abertura, com o escritor e psicólogo Rossandro Klinjey, o segundo Encontro Online da Bett Educar atingiu o pico de audiência: 4.434 participantes simultâneos. O especialista falou sobre acolhimento no pós-pandemia.


“Devemos começar a acolher desde já. A escola deve tentar antecipar alguns cenários, ainda que só saberemos como será o novo normal quando voltarmos. A BNCC, as novas competências, inclusive as emocionais, virão com muito mais força, até para auxiliar professores, alunos e famílias, que certamente voltarão com seus sofrimentos e dores”, disse.

Um dos pontos altos do evento foi o painel que contou com participação internacional. Maria João Horta, subdiretora-geral do MEC de Portugal, e Jarkko Wickström, diretor de operações da Universidade da Finlândia, compartilharam as práticas e protocolos internacionais, adotados em seus respectivos países, que retomaram as aulas presenciais logo após o controle da curva de disseminação do coronavírus.


A representante do governo português ressaltou os aspectos positivos da transformação digital em seu país. Plataformas para ensino a distância, aliadas a um trabalho articulado e o apoio às famílias, às escolas, aos professores e diretores foram de suma importância para atravessar o período de afastamento das salas de aula.


"A aquisição de equipamentos de computadores e tablets, principalmente para as famílias mais carentes permitirá uma eventual tutoria para alunos com dificuldades decorrentes desse período de afastamento", explicou Maria João.


Jarkko Wickström, por sua vez, frisou que a proposta finlandesa para a educação é pensar na aprendizagem ao longo do tempo, no processo de aprendizagem, e não se concentrar nas ferramentas tecnológicas ou mudanças de proposta pedagógica.


"Nesse período excepcional, a base que sustenta é a formação e o planejamento pedagógico. O que muda é construir apoio para a aprendizagem online”, afirmou o finlandês.


#educação #tecnologia #inovação #educador21 #betteducar #bettencontrospresenciais #pandemia #covid19