• Educador21

América-Latina caminha para a adoção da educação híbrida

Fórum de Educação para América Latina da da Microsoft traça os caminhos das escolas do continente rumo à aprendizagem híbrida


Realizado de maneira remota, o Fórum de Educação para América Latina organizado pela Microsoft Education reuniu líderes educacionais da região para discutir os desafios da aprendizagem remota impostos pela pandemia da Covid-19. O encontro aconteceu no último dia 12 de novembro, com transmissão na plataforma Teams.


As habilidades do futuro que os alunos precisam desenvolver em meio a tantas dificuldades enfrentadas pelo setor também estiveram em pauta. Essa questão foi abordada na abertura oficial da tarde de discussões, com uma apresentação do vice-presidente Global de Educação da Microsoft, Anthony Salcito.

O VP frisou a importância de haver um equilíbrio entre habilidades técnicas e sociais para oferecer uma aprendizagem abrangente aos estudantes. "Durante a pandemia, eles usaram as mesmas ferramentas utilizadas no mundo corporativo, e seguiram um ritmo semelhante bem semelhante do cotidiano dos escritórios. Imaginem quantas habilidades estão adquirindo para suas futuras profissões", ressaltou o executivo da Microsoft.


Com dados de pesquisas em sua apresentação, Anthony Salcito mostrou como essas novas habilidades são necessárias tanto para os empregos de hoje como serão necessárias para funções que ainda não existem -- e para os quais os educadores de hoje precisam ajudar a preparar seus alunos. São habilidades como:

  • Blockchain

  • computação em nuvem

  • raciocínio analítico

  • inteligência digital

  • design da interface do usuário

  • análise de negócios

  • inteligência emocional

  • pensamento crítico

  • comunicação

Salcito também falou sobre aplicar as experiências destes últimos meses em um novo modelo de aprendizagem. Na opinião do VP de Educação da Microsoft, esse novo modelo será híbrido, combinando aulas presenciais e virtuais. O que, na sua opinião, permite aproveitar ao máximo os benefícios que a tecnologia trouxe para a Educação: "Devemos aproveitar o valor da tecnologia para impulsionar a Educação em busca de melhorias".

A adoção da educação remota em países do continente, os desafios da falta de conectividade e as inovações realizadas para enfrentar o desafio apresentado pela pandemia -- além das adaptações curriculares à educação remota -- foram alguns dos pontos de destaque dos painéis que se seguiram à apresentação de Anthony Salcito.


Com moderação de Luciano Braverman, diretor de Educação da Microsoft América Latina, o evento contou com a participação de representantes da Argentina, Equador, Costa Rica, Brasil, México, República Dominicana, Chile e Colômbia. Em comum, o uso das tecnologias Microsoft para apoiar a transformação digital local, visando a garantir a continuidade das aulas para os estudantes desses países.

Um dos destaques foi a discussão em torno do papel da tecnologia na educação. Os participantes falaram sobre as oportunidades e conhecimentos adquiridos com o uso de novas tecnologias como Inteligência Artificial na educação. Também compartilharam experiências de sucesso com o ensino remoto em seus países, e apontaram tendências da educação para o pós-pandemia.

Lidia Camacho, coordenadora-geral do @prende.mx na Secretaria da Educação Pública do México, apresentou aos participantes a Innovacción, um plano que integra o pilar de Habilidades para o Futuro, do programa "Inovar para o México". A iniciativa é resultado de uma com a Secretaria de Educação Pública do México e a Microsoft para contribuir com o desenvolvimento do país por meio da tecnologia.

O plano busca o desenvolvimento de habilidades dos alunos para o uso de novas tecnologias, por meio de laboratórios especializados em importantes universidades públicas do país. Em sua primeira fase, a iniciativa teve mais de 40 mil alunos matriculados.


O showcase da escola Notre Dame, da Repúbica Dominicana, resultado de um relacionamento de mais de uma década com a Microsoft, foi mostrado pela sua diretora, Maria Lorraine Rodriguez de Ruiz-Alma. A escola passou 100% de seu currículo para um formato digital em apenas dois dias, beneficiando quase 500 alunos para enfrentar a pandemia. O sucesso foi tamanho que, em recente pesquisa, mais de 98% dos pais decidiram manter o sistema de educação remota continuamente.


Outro caso de sucesso foi o da Universidad Andrés Bello (Unab). Em conjunto com a Microsoft Chile, a instituição implementou um curso de Transformação Digital para Negócios. Conforme relatou seu reitor, Julio Castro Sepúlveda, o curso busca antecipar as demandas que a indústria necessita das novas gerações de profissionais, preparando-os com as ferramentas e soluções da Microsoft.


#educação #tecnologia #inovação #educador21 #microsoftlatameducationforum